sábado, 18 de julho de 2009

Lançamento da Apollo 11 completa 40 anos


Até julho de 1969, os norte-americanos haviam perdido praticamente todas batalhas espaciais para os russos, que foram os primeiros a enviar um satélite artificial ao espaço, a colocar um ser vivo em órbita, a fazer uma missão espacial tripulada e a mandar uma sonda para a Lua. No dia 16 daquele mês, precisamente às 10h32 no horário de Brasília, os Estados Unidos lançavam a nave Apollo 11, com três astronautas a bordo. A missão: entrarem para a História como os primeiros homens a pousar na Lua.



A bordo da nave, além dos astronautas Neil A. Armstrong (comandante da missão), Michael Collins e Edwin E. Aldrin Jr., também viajou uma placa com um mapa da Terra e a assinatura do então presidente Richard Nixon. Dizia: "Aqui homens do planeta Terra colocaram pela primeira vez os pés na Lua; Julho de 1969; Nós viemos em paz por toda a humanidade".

Às 10h32 do dia 16 de julho de 1969, a nave Apollo 11, impulsionada pelo foguete Saturno V, foi lançada da plataforma 39 do Centro Espacial Kennedy, na Flórida, rumo à Lua. O veículo espacial era dividido em duas partes, o Módulo de Comando e Serviço, chamado Columbia, e o Módulo Lunar, apelidado de Eagle.

O primeiro continha o centro de controle da nave e os elementos que permitiam a vida dos três astronautas no espaço --o módulo de comando, que integra esse sistema, foi o único a reentrar na atmosfera, de volta à Terra. Já o Módulo Lunar, com capacidade para dois tripulantes, foi o que efetivamente pousou no solo do satélite. Na órbita da Lua, as duas partes se separaram e depois voltaram a se unir.

Depois de quatro dias de viagem, o Eagle, com Neil Armstrong e Edwin Aldrin a bordo, pousa na Lua. Às 23h56, como já estava estabelecido, Armstrong dá o primeiro passo de um homem na Lua.

Folha

Nenhum comentário: