terça-feira, 25 de setembro de 2012

Constelações

Constelações são agrupamentos aparentes de estrelas, os quais os astrônomos da antiguidade imaginaram formar figuras de pessoas, animais ou objetos que estivessem relacionados com sua cultura. Numa noite escura, pode-se ver entre 1000 e 1500 estrelas, sendo que cada estrela pertence a alguma constelação. As constelações nos ajudam a separar o céu em porções menores, mas identifica-las no céu é uma tarefa em geral difícil.


Uma constelação fácil de enxergar é Orion, como é vista no Hemisfério Sul. Para identificá-la devemos localizar três estrelas próximas entre si, de mesmo brilho e alinhadas. Elas são popularmente chamadas Três Marias e formam o cinturão da constelação de Orion, o caçador. A constelação tem a forma de um quadrilátero com as Três Marias no centro.

O vértice nordeste do quadrilátero  é formado pela estrela avermelhada Betelgeuse, que marca o ombro direito do caçador. 


O vértice sudoeste do quadrilátero é formado pela estrela azulada Rigel, que marca o pé esquerdo de Orion. Estas são as estrelas mais brilhantes da constelação. Como vemos, no Hemisfério Sul Orion aparece de ponta cabeça.

Segundo a lenda, Orion estava acompanhado de dois cães de caça, representadas pelas constelações do Cão Maior e do Cão Menor. A estrela mais brilhante do Cão Maior, a Sírius, é também a estrela mais brilhante do céu e é facilmente identificável a sudeste das Três Marias.
Procyon é a estrela mais brilhante do Cão Menor e aparece a leste das Três Marias. Betelgeuse, Sírius e Procyon formam um
grande triângulo de estrelas de brilhos semelhantes, como se pode ver no diagrama abaixo:










As estrelas de brilhos  diferentes são representadas por círculos de tamanhos diferentes.
As constelações surgiram na antiguidade para ajudar a identificar as as estações do ano. Por exemplo, a constelação do Escorpião tão tipica do inverno do Hemisfério Sul, já que em junho ela é visível a noite toda.
Já Órion é visível a noite toda em dezembro e, portanto, típica do verão do hemisfério sul. Alguns historiadores suspeitam que muitos dos mitos associados às constelações foram inventados para ajudar os agricultores a lembrarem quando deveriam plantar e colher.



As constelações mudam com o tempo, e em 1929 a União Astronômica Internacional adotou 88 constelações oficiais, de modo que cada estrela do céu faz parte de uma constelação. Cada constelação tem sua coordenada.





Nenhum comentário: