terça-feira, 18 de setembro de 2012

O que é um pulsar?


Pulsares são resultados de explosões colossais. Quando uma estrela com pelo menos dez vezes a massa do Sol morre, ela expele seu “manto” de gás em uma explosão chamada supernova. Após a explosão o que resta da estrela é apenas um núcleo extremamente comprimido e altamente magnetizado. Com as condições ideais, o núcleo poderá se tornar o que você vê acima: um pulsar.

Pulsares são pequenas, do tamanho de planetas ou até cidades e por isso são incrivelmente densas. Os pulsares não pulsam realmente, eles criam a impressão que sim com o que é conhecido como “efeito-farol”. Enormes jatos de radiação são ejetados pela estrela em seus polos magnéticos. Se um dos jatos estiver apontando para a Terra, devido a rotação da estrela, teremos a impressão de que a estrela pulsa.

Um dos fatos mais impressionantes sobre os pulsares é que graças a sua incrível densidade os períodos de rotação são extremamente rápidos e precisos. A maioria das pulsares possui períodos de rotação de alguns poucos segundos e de até alguns milissegundos.

Nenhum comentário: