segunda-feira, 19 de novembro de 2012

NASA vai construir Estação Espacial Lunar

Nave Orion no ponto EML-2. A estação lunar deverá usar laboratórios similares aos da Estação Espacial Internacional e poderá ser usada para controlar robôs na superfície da Lua.[Imagem: Lockheed Martin]

Estação Espacial Lunar


Com a eleição de Barack Obama para um segundo mandato, aumentaram os rumores de que a NASA construirá uma Estação Espacial Lunar.

O posto espacial deverá ficar a 60.000 quilômetros além da Lua, com vista para o lado do satélite que não é visto da Terra - literalmente, onde nenhum humano jamais foi antes.

A estação deverá ficar em um ponto conhecido como Ponto de Lagrange Terra-Lua 2, ou EML-2.

Este é um dos pontos onde a gravidade da Terra e da Lua se equilibram, permitindo que uma estação espacial "flutue" sobre a Lua sem gastar combustível.

Esse espaçoporto poderá ser importante em missões tripuladas de exploração de um asteroide ou de Marte - ambas listadas por Obama em suas prioridades para a NASA.


Exploração da Lua


A construção da Estação Espacial Lunar é tida como altamente provável pelos especialistas porque tudo poderá ser feito usando as tecnologias já empregadas na Estação Espacial Internacional.

Oficialmente, contudo, até o momento a NASA apenas confirmou que enviará uma cápsula em uma viagem em torno da Lua em 2017 e uma missão tripulada em órbita da Lua em 2021.

"A NASA está executando o ambicioso plano de exploração espacial do Presidente, que inclui missões ao redor da Lua, a um asteroide e eventualmente a Marte," disse Rachel Kraft, porta-voz da NASA.

"Há um grande número de alternativas e opções sendo discutidas para ajudar a estabelecer o conhecimento e as capacidades necessárias para chegarmos lá, e outras opções estão sendo consideradas conforme nós tentamos diminuir os riscos," completou.

Exploração robotizada da Lua




Pontos de Lagrange para o sistema Terra-Lua. O ponto L2 é mais distante do que qualquer humano já viajou e oferece uma visão única tanto da Lua quanto da Terra. [Imagem: David A. Kring/Lunar and Planetary Institute]

O ponto de Lagrange onde deverá ficar a Estação Lunar, conhecido como EML-2, é mais longe do que qualquer astronauta já tenha ido.

Como não é protegido pelo escudo magnético da Terra, será um local perfeito para testar sistemas de suporte de vida para viagens espaciais de longa duração.

Uma base a essa distância da Lua viabilizará também a exploração do satélite terrestre por robôs controlados remotamente em tempo real.

Embora a distância entre a Terra e Lua gere um retardo de apenas 3 segundos nas comunicações, isso é suficiente para tornar esse controle impraticável, conforme ficou demonstrado em um teste recente realizado pela NASA e pela ESA.

A expectativa é que a NASA confirme oficialmente a criação da Estação Espacial Lunar em Fevereiro do próximo ano, quando será aprovado o novo orçamento da agência espacial.



Nenhum comentário: