sábado, 19 de janeiro de 2013

Asteroide passará perto da Terra em fevereiro

O asteroide 2012 DA14 é de cerca de 40 metros de diâmetro, tem uma massa de 130.000 toneladas, está viajando em relação à terra, a uma velocidade de cerca de 6,3 km/s e vai passar e pelo menos 32.000 km no dia 15 de fevereiro.

Foto: Shutterstock
Se ele atingisse a Terra, o resultado seria uma enorme explosão produzindo cerca de 2,5 megatons, mas Asteróide 2012 DA14 não vai bater o nosso planeta em 2013, e provavelmente nunca. Apesar da falta de um cenário sensacional, esta estreita ligação ainda merece nossa atenção.  A chance irá permitir aos astrônomos aprender muito sobre asteroides, e representa uma das poucas chances para pessoas comuns de ver um asteróide passar muito perto da Terra.



Gráfico de 2012 DA14 caminho através do céu do sul (Imagem: B. Dodson)

2012 DA14 foi descoberto em 22 de fevereiro de 2012 pelo Observatório LaSagra  nas montanhas de Andaluzia, sul da Espanha. A descoberta foi feita cerca de sete dias após o asteroide passar a cerca de 2,6 milhões de quilômetros da Terra em sua órbita ligeiramente elíptica de 366 dias em torno do sol. Esta órbita elíptica está ligeiramente inclinado em relação à da Terra, de modo que passa perto da Terra duas vezes por ano.

O caminho de 2012 passe DA14 de perto o passado da Terra em 15 de fevereiro de 2013 (Imagem: NASA)
Em 15 de fevereiro deste ano, 2012 DA14 fará sua próxima passagem pela Terra. Os últimos cálculos mostram que a distância de aproximação máxima será de cerca de 34.000 km do centro da Terra, ou cerca de 27.700 km da superfície da Terra. Isto está bem abaixo do nosso anel circundado de satélites geoestacionários, que orbitam a uma distância de 42.160 km do centro da Terra.



fonte: Gizmag

4 comentários:

Jota Pê Jogos disse...

Seria legal poder observar esse asteroide 2012 DA14 passar apesar dele irá passar numa velocidade que apenas astrólogos poderá captar imagens

Equipe C.A. Carl Sagan disse...

Na verdade Jota, quem estuda esses corpos são os astrônomos, tentaremos observar ele em fevereiro.

João Paulo Valeriano disse...

Boa noticia do Jornal Nacional ao dizer que o asteroide 2012 DA14 não vai colidir com a Terra nem destruir satélites geoestacionários já sua sua velocidade será intensa

Aryel disse...

hahsuahsua